4 de maio de 2015

Que a força esteja conosco...


… ou, May the 4th be with us.


Por Julia Monteath de França


Hoje é considerado por muitos como o dia de Star Wars. Apesar de o primeiro filme da série de George Lucas, o Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança [1], ter sido lançado no dia 25 de maio de 1977 [2], a data de 4 de maio se tornou icônica pela frase diversas vezes repetidas ao longo dos filmes “May the force be with you” (“Que a fora esteja com você”, em português), já que, em inglês, é possível fazer um trocadilho com a data “May the fourth”.


O trocadilho, no entanto, foi utilizado pela primeira vez quando Margareth Tatcher foi a primeira mulher a ser eleita para o cargo de Primeiro Ministro da Grã-Bretanha, em 4 de maio de 1979. Na ocasião, o seu partido, o Partido Conservador Inglês, um dos maiores do Reino Unido, publicou na mídia e no próprio Parlamento Inglês os dizeres: "May the Fourth Be with You, Maggie. Congratulations."

Desde a época em que foi Ministra da Educação, no governo de Edward Heath, no início da década, suas prioridades já se mostravam estar no corte de gastos. A Dama de Ferro, conhecida pelo seu conservadorismo, governou o Reino Unido com políticas econômicas caracterizadas pela desregulamentação do setor financeiro, a flexibilização do mercado de trabalho e a privatização das empresas estatais. Passou por uma recessão econômica que baixou sua popularidade, apenas recuperada com a Guerra das Malvinas, assunto do artigo de  Bernardo Salgado Rodrigues, aqui no blog.

Mais de três décadas depois, esses termos parecem voltar ao centro do debate político, mas aqui no Brasil: é o Congresso conservador, é o Ministro-Mãos-de-Tesoura, é flexibilização do trabalho, é educação no centro do debate.... será que, como na trama de Lucas, temos de fato uma Ameaça Fantasma? Ou essa ameaça já está mais para real, podendo se transformar a qualquer momento em um Ataque dos Clones, uma Vingança dos Sith ou algo que o valha? Paira a dúvida... 

Lembro-me da marcante frase de Marx, no início de seu livro O 18 brumário de Luís Bonaparte: “Em algumas passagens de suas obras, Hegel comenta que todos os grandes fatos e todos os grandes personagens da história mundial são encenados, por assim dizer, duas vezes. Ele se esqueceu de acrescentar: a primeira vez como tragédia, a segunda como farsa” (p. 25). Por aqui, continuamos no aguardo de Uma Nova Esperança.

E como repetem até hoje o fãs geeks da história de Lucas, que a força esteja conosco.



-----
Referência:

MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. São Paulo: Boitempo, 2011.




Notas:

[1] Originalmente chamado apenas de Guerra nas Estrelas (Star Wars, em inglês) é o primeiro da série Star Wars e o quarto na ordem cronológica da trama.

[2] Esta data, no entanto, ainda é lebrada por alguns fãns como o Dia do Orgulho Nerd ou Dia do Orgulho Geek, pela junção da data comemorativa de Star Wars, com outras datas icônicas para a cultura geek: o Dia da Toalha, para os fãs da "trilogia" O Guia do Mochileiro das Galáxias, em homenagem ao seu escritor Douglas Adams, e o Glorioso 25 de Maio para os fãs da série Discworld, em homenagem ao seu escritor Terry Pratchett.

Nenhum comentário:

Postar um comentário